Make your own free website on Tripod.com

Tomb Raider: Legend

O Elemento Perdido
Home | Tomb Raider: Legend | Downloads | Fã Clube | Kurtis | Raiding | Lara | Jogos Anteriores | Dicas e Códigos | Notícias | Links | Contato | Agradecimentos | Fan Area

 

Lara Croft

 

Tomb Raider

 

-O Elemento Perdido-

 

por

 

Sydney Bristow

 

Folhas amarelas cobriam o jardim da Mansão Croft naquela fria porem ensolarada manha d outono.Lara estava sentada em seu sofá trocando os canais para vr c encontrava algo de interessante.Ela encontra.(tv:pessoas da região relataram estranhas atividades nos arredores do castelo.apesar d não terem registrado nada concreto,alguns juram terem visto assombrações no local” ).

”Parece o seu tipo d trabalho” Diz Winston enquanto serve um copo d café a Lara.

”Talvez...vou ver oq acho sobre o assunto”

A campainha toca.Lara atende o interfone:”Sim?”

“Carta para a srta.Lara Croft.”

“Entre.”

Lara pega a carta e fecha a porta.

“Oq eh Lara?”

“Não sei...”

Lara abre o envelope. (carta:não foi tão difícil t encontrar Lara Croft...Não estou morto e vc tem algo q me pertence.”) Lara arregalou os olhos.De repente ela vê algo descendo escada a baixo ateh chegar a porta e as mãos d Kurtis Trent.Lara olha um tanto surpresa a sua visita inesperada...”Vc me deve algumas explicações.”

 

Kurtis

“Como vc escapou?Oq aconteceu a Kristina?”

“Uma pergunta d cada vez.E sim,eu estou bem.”

”Desculpa.Estou meio...chocada.”

“Eu achei q vc estaria.Depois q Boaz me atacou,não lembro d mais nd.Acordei na manha seguinte em um hospital.Os médicos disseram q me encontraram inconciente na porta.”

“Vc naum faz idéia d qm t levou ateh lah?”

“Não.A principio achei q tinha sido vc.Por isso a primeira coisa q fiz foi t procurar para saber oq aconteceu com Eckhard,o Cabal e se foi vc q me levou ateh o hosp.”

“Eckhard estah morto.Mas qm na verdade procuravamos era Karel.Era ele qm cometia os assassinatos.”

Um breve silencio foi interrompido pela voz do velho Winston.

“Com licensa,alguem pode me explicar oq esta acontecendo aqui?”

Lara ri.“Eh claro Winston.Esse eh Kurtis Trent.Ele me ajudou lah em Praga.”

“Ah sim!Lara mencionou seu nome algumas vezes.Mas achávamos q vc estivesse morto ou no mínimo desaparecido.”

“Prazer em conhece-lo Winston.”

“Devo me retirar?”

“Sim por favor Winston.Eu acompanho o sr.Trent ateh a porta.”Winston vai ate a cozinha enquanto Lara e Kurtis se dirigem ateh a porta.

“Vc realmente pensou q eu estivesse morto?”

“Pensei.Estou feliz por estar enganada.Caso vc precise...”

Lara lhe entrega entrega um cartão com o seu telefone.

“O msm pra vc.”Kutis anota o seu tel. Num guardanapo d lanchonete.

“Eles tem o melhor chili da cidade.”

Kurtis ri e responde: “Concordo”

“Apareça qdo precisar.”

“Obrigado.”

Kurtis sobe em sua moto e sai pelos enormes portões da mansão.

“Eh um jovem mto simpático Lara.Nem parece americano.”

“Eu sei.Eh mto comum se enganar a respeito de Kurtis Trent.”

Nova missão

Jah eh madrugada.Lara estava desde as 18:00 procurando informações sobre o castelo misterioso.

Tela do pc:

 

Localizado em Madri,foi a fortaleza do rei da Espanha na época da colonização do méxico.Veja o mapa abaixo.

 

      

Imprimir

 

 

 


Más lembranças

 

Pela manha,Lara se despede d Winston e entra em sua Land Roover.Mtas coisas passaram pela sua cabeça enquanto ela dirigia para o aeroporto.Mas a mais intrigante foi o enterro de Von Croy,3 dias depois q ela havia voltado d Praga.

A lapide dizia: “Ele foi um homem brilhante.”

“Porem mto ingênuo” completou Lara em seu pensamento.

Olhou em volta e deixou uma coroa de flores do deserto em cima do tumulo.Logo uma chuva começa a molhar as lapides deixando seus dizeres quase ilegíveis.Lara abre seu guarda chuva e se dirige ao táxi.No caminho,ela vê Margot Cavier deixando o local.Cavier havia ficado em comam por 3 dias após ter sido atacada por Karel.Ela não se lembrava do que havia acontecido naquela noite,e por esses e outros motivos ela foi encaminhada para o serviço d proteção a testemunha.Ela recebeu um nome,uma casa e uma vida.Mas Lara a reconheceu.Como não reconhecer...

”Mlle. Caveier,sinto encontra-la em condições tão lamentáveis.”

“Eu tb sinto.E na verdade,agora sou Stelle Saint Claire.”

“Entendo...Stelle.”

“Srta.Croft,gostaria d me desculpar pelo ocorrido em Paris.Nunca deveria ter duvidado de uma jovem adorável como vc.”

“Oq acontece no passado,fica no passado.”

“Qria q fosse assim tão simples...”

“Nem sempre acredito no q digo.Por favor,vamos sair dessa chuva.Venha,eu t dou uma carona.”

“Obrigada”

Pelo vidro do táxi,Lara vê uma sombra em um sobretudo preto,olhos confusos e azuis.Ela olha,intrigada,tentando reconhecer aqle rosto tão familiar.

“Algo errado Srta.Croft?”

Ela olha novamente e ve apenas aquele infinito e sombrio jardim d pedra.

“Nada,apenas mas lembranças.”

 

Madri

 

“Ultima chamada para o vôo 749 com destino a Madri.Embarque pelo portão 5.”

Lara teve um vôo tranqüilo.Assim que chegou,se dirigiu a uma pequena pousada em uma vila a 20km do castelo.Ela toca a campainha e eh atendida por uma senhora de vestido vermelho e avental branco.

“Oq deseja?”

“Gostaria d reservar um quarto.”

“Por qto tempo?”

“Não sei.talvez uma semana.”

“Ok.”

A mulher se dirige a estante e pega uma chave.

“Venha,eu t levo ao seu quarto.”

Lara e a senhora sobem as escadas ateh o segundo andar.

“Pronto.Este eh o seu quarto.Se precisar de alguma coisa e so chamar.Meu nome eh Maria.”

“Obrigada Maria.”

A velhinha sorri e desce as escadas d volta a recepcao.Assim q entrou no quarto,Lara ligou para Winston.

“Mansão Croft.Em q posso ajuda-lo?”

“Oi Winston”

“Olá Srta. Croft.Como chegou de viagem?”

“Bem.Amanhã de manhã irei para a vila me equipar e buscar informações.”

“Boa Sorte.”

“Boa Noite.”

 

Joaquim Costa

 

Ás 6:30 da manhã ela estava em sua Harley V-Rod pronta para partir.Ao chegar,viu dois homens conversando em frente a uma livraria.Eles se despedem e enquanto um deles vai embora,o outro entra na loja.Lara entrou e aproximou-se do balcão.

“Com licença,o senhor tem o livro ‘Antigos fantasmas e assombracoes’ ?”

“2ª prateleira da 3ª estante.”

“Obrigada”

Lara retira o livro da estante e 5 euros do bolso.

“Aqui esta.”

Disse ela.

“Ao julgar pelo livro,suponho q vc veio vr o castelo.”

“Sim,me interesso por esse assunto.”

“Então este eh o livro certo pra vc”

“Espero que seja.Mas eu qria falar com um especialista no assunto.Como Joaquim Costa.”

O vendedor muda seu semblante d repente.

“Por que vc qr informações tão...precisas qto as d Joaquim Costa?”

Lara olha para o castelo e diz : “Qro saber tudo sobre aquele lugar.”

O homem coca a cabeça.

“Vem comigo”

Lara e o vendedor entram em uma pequena cortina atrás do balcão.Eles chegam a um pequeno escritório com fotos e artigos sobre fenômenos para-normais e criaturas misteriosas colados na parede.

“Quem eh vc?”

“Lara Croft.E vc Joaquim Costa,certo?”

“Sim.Oq vc qr aqui?”

“Há mto mais do q fantasmas ali.Sei q tem algo por trás d tudo isso.”

“Tem sim.E eh algo mto complexo para uma garota enxirida.”

“Cuidado com oq fala.Sou mto mais do q uma garota enxirida.”

“Apenas me diga oq vc qr saber e pq?”

“Eu sou oq as pessoas chamam de...Tomb Raider.Preciso de informações.Oq estes fantasmas fazem la?Assombram...?Guardam...?Buscam...?Pagam...?”

“Tomb Raider?Sim,acho q me lembro d vc...Qr saber oq c passa no castelo?OK,mas isso eh pq eu acho q vc sabe oq faz.Como eu jah disse,acompanho o seu trabalho e acho q vc pode nos ajudar a resolver esse...problema.”

O homem puxa uma cadeira p/ Lara e uma p/ si.

”Sente-se.”

Ela assim fez.

”Afinal,oq qrem esses...essas...”

”São fantasmas.Fantasmas astecas.Na época da colonização,Cortez roubou mtos d seus tesouros.mas um deles era mto importante,uma imagem da deusa da terra.Essa imagem foi dexada no castelo por dez anos e vendida no mercado de escravos.3 dias depois o proprietário da estatua e capataz real morreu engolido pela terra qdo andava a cavalo.O homem q comprou a estatua ao saber daquilo,enterrou a estatua em uma floresta e qdo voltou,morreu na porta d sua casa,tb engolido pela terra.Ateh hj ninguém sabe oq aconteceu a estatua.Mas os fantasmas astecas continuam assombrando o castelo.Todas as pessoas q tentaram entrar lah ou sumiram ou ficaram loucas.Há algo mais q vc queira saber?”

“Faz alguma idéia do q esses fantasmas qrem?”

“Não.Ninguém faz.Se eh so isso,boa sorte”

“Obrigada.Entrarei em contato.”

“Assim espero”.

 

Lara e La Sierra

 

Lara bate na porta d outra cabana da vila.Lah ela encontra um velho amigo,Duma de la Sierra,companheiro d aventuras passadas.Lah ela pegou seus equipamentos.Suas pistolas Scorpion X 9mm,seu revolver com mira a laser,suas sub metralhadoras e sua espingarda.Finalmente ela estava pronta.

”Vc vai msm naum eh?”

“Ora não seja ridículo,esse naum sera o trabalho mais difícil da minha vida.”

“vc naum faz idéia do q acontece nesse lugar...eh horrível....eles naum deixaram vc sair.” “Eles qm?Duma vc esteve lah?”

Ele olha assustado e sussura.

”Não...Mas eu posso vê-los.Eles t chamaram...Eles sabem q vc estah chegando...”

Lara olha assustada.

”Vc estah bem?”

La Sierra sacode a cabeça como qm qr expulsar os pensamentos d sua cabeça.

”Sim,claro.Soh um pouco atordoado...Tenho algo para t dar.”

Ele abre uma gaveta e retira um bracelete com 4 pingentes.

”São os 4 elementos da natureza.Vão t proteger e trazer sorte”

“Obrigada.Eu sei q vão.”

Lara o abraca e vai em direcao a sua moto.Ela da a partida,acena e some em meio as colinas e a neblina.

 

O castelo

Logo ela esta na frente das imensas e velhas portas d madeira do castelo.Ela levanta a tranca e empurra a porta q abre com um ruído assustador ecoando pelas rachaduras d suas paredes centenárias.Lara da os seus primeiros passos no Hall do castelo.Ela ouve vozes sussurrando no meio do vazio da sala.Ela saca sua arma e se vira bruscamente mas não vê nada.De repente um forte vento abre as janelas.Lara protege o rosto com as mãos e se vira novamente.O vento para e as tochas começam a se ascender.Lara olha em volta e continua.Ela vira a direita e entra na sala d jantar,onde havia uma enorme mesa com aproximadamente 20 cadeiras e 4 castiçais que se ascenderam ao seu primeiro passo.Ela se aproxima da cadeira q esta na cabeceira da mesa e toca o seu acento de veludo vermelho.Logo Lara ouve uma sinfonia tocando uma musica suave, e o castelo se torna exatamente como era há séculos atrás.Ela vai em direção a melodia e chega a sala de musica.Lá ela vê pessoas dançando,conversando e comendo.Mas ao longe ela vê um homem sentado no fundo da sala.Vestido como um empregado e com um pacote nas mãos.Ela o segue ate o jardim.Ele desembrulha o pacote e Lara vê uma estatua de bronze com olhos de rubi.O homem a troca por dois escravos com sacos na cabeça.Lara se lembra do q Costa havia falado “O proprietario da estatua e capataz real...”Lara rapidamente vai em direção ao estábulo.No caminho ela vê o homem andando a cavalo e sendo engolido pela terra.Logo depois ela vê o comprador da estatua correr em disparada em direção a floresta.Lara o segue e o vê enterrando a estatua e sumindo em meio a escuridão.Lara vai em direção ao lugar no qual o homem havia enterrado a estatua.Ao tocar a terra Lara foi rapidamente engolida por ela.Cinco minutos depois ela acorda e pega sua lanterna na bolsa,.pega a estatua que estava caída no chão ao seu lado e segue devagar pelo corredor d terra.Logo Lara chega a beira de um abismo.Ela joga uma pedra la embaixo para ter uma idéia da altura.Ela ouve um barulho de água e franze as sombrancelhas.Então retira uma corda d sua bolsa,amarra em uma pedra e desce o abismo com cuidado.Ao chegar no fim Lara vê uma escada do outro lado da água.Ela sobe e nota um buraco na parede.Ela olha mais de perto e começa a cavar ateh q acha um mapa.Lara o guarda em sua mochila e continua subindo a escada.Ao chegar no topo,Lara abre o alçapão,protege os olhos do Sol e avista Duma de longe.Ela anda em sua direção.

 

O templo Asteca

 

De repente algo faz com que ela pare.Ela sente um tremor sob seus pés e ouve a voz de Duma baixa e distante

“Lara vc esta bem?”

Tudo some ao seu redor e ela sente uma dor d cabeça insuportável e solta um grito d dor.De repente ela sente tudo girando e se vê em um templo asteca.Ela atravessa uma parede em uma sala escura com vários fantasmas e espíritos ao seu redor.Lá dentro ela vê a estatua.Um espírito sai d dentro dela e vem em direção a Lara.Mas ele apenas atravessa a parede da qual ela veio e então rapidamente tudo fica branco e Lara acorda em uma cabana.Duma vem em sua direção.

”Por Deus,Lara!Oq aconteceu naqle lugar?!”

“Eu não sei.Mas preciso ver Joaquim Costa.”

 

De volta ao hotel

 

Lara volta para o hotel e liga para Winston.

“Mansão Croft.Em q posso ajuda-lo?”

“Me traz um cha aqui agora.”

“Lara é vc!Como foi a expedição?Vc está bem?”

“A expedição foi boa e estou bem obrigada.Acho q amanhã vou partir para o Peru.”

“Peru?”

“Machu Pichu.É oq indica o mapa q encontrei no castelo e uma estranha visão q tive.”

“Se não fossem esses quase dez anos trabalhando com vc eu acharia isso mto estranho...Ok,se possível me ligue qdo vc for partir.”

“Claro,tchau Winston.”

“Bons sonhos Srta.Croft”

“Obrigada.O msm p/ vc”

Diz Lara rindo.

Ela desliga o celular e resolve dar uma olhada no livro q havia comprado com Joaquim.Ela lê o índice em voz alta:

“Fantasmas medievais...Espectros...Almas penadas...Maldições...Maldições.Pagina 97.”

Ela abre o enorme livro empoeirado e vai até a pagina 97.Maldições.

“Fantasmas e espiritos rondam e assombra lugares amaldiçoados.Muitas vezes estão guardando ou buscando algo.A madição pode ser destinada a um local,uma pessoa,um item ou aos próprios espíritos que não tenham cumprido sua missão na Terra ou q tenham quebrado algum juramento.Veja abaixo algumas famosas maldições.Maldição de Tutancamon...Ah essa eu sei de cor...Maldição do Barba Negra...Ah,pelamordedeus...Fantasmas de tribos...Deve ser por aqui...Tupi...Pigmeus...Astecas.Achei.Maldição do poço dos sacrifícios...Maldição da aldeia perdida...Nossa esses caras adoram uma maldição...Aqui.Maldição do elemento Terra...Bom aqui é mais ou menos oq Costa me disse...desenhos da estatua...oq eh issso...?”

Lara olha fixamente para as mãos da estatua e nota uma pulseira semelhante ao q ela usava,mas com apenas um símbolo.Ela rapidamente pega a estatua e nota que ela esta sem a pulseira.

“Você ainda vai me trazer mta dor d cabeça...”

 

Costa e a familia La Sierra

Pela manha,Lara toma seu café e vai direto ao encontro de Joaquim.Ao chegar,Costa olha supreso como quem diz ‘nossa,vc não morreu?’.Lara se aproxima do balcão,abre o livro na pagina do desenho da estatua e,com a mão na qual levava a pulseira,colocou o livro sob os olhos de Joaquim.

“São bem parecidos.”

“São o mesmo.”

“Porque vc acha isso?”

Lara abre em outra pagina,onde havia o desenho das 4 estatuas,cada uma representando um elemento,e cada uma com uma pulseira com pingentes diferentes.

“Onde vc encontrou essa coisa?” Perguntou Costa atordoado.

“Eu explico no escritório.”

Ele entraram novamente no escritório.Dessa vez,Lara percebeu uma foto sua com Von Croy,em um expedição a áfrica,um pouco antes do incidente no Egito.

 

Lara apenas abaixa a cabeça tentando desviar o olhar daquela figura e o pensamento do ocorrido em Paris e em Praga.Mas ela sabe que ia demorar mto para q ela esquecesse tudo aquilo.Principalmente agora que ela encontrou Kurtis.Ela sabe q essa historia ainda não acabou,mas resolve parar de pensar nisso pq havia outra começando.Ela se senta e da uma ultima olhada na foto.

“Quando foi isso?Essa expedição da foto.”

“1997.Mas esse não eh o assunto certo?”

“Certo...desculpe-me,sim?Oq era...Ah sim...Onde vc encontrou isso,ein?”

“Um amigo me deu.”

“Amigo espanhol?”

“Talvez”

“Foi La Sierra,não foi?”

“Vc o conhece?”

“Eh claro q conheço.Estudo esse homem desde q ele veio morar aqui nos arredores do castelo.Ele eh da mesma familia do capataz real,Cornélio De La Sierra.O primeiro proprietário da estatua.”

“Acha que ele esta tentando ajudar.”

“E claro q esta.Pq assim q vc tiver unido todas elas ele vai rouba-las!”

“Confio em Duma.”

“Confiaste em Werner também.”

“Werner?!”

Lara não pode pensar duas vezes e foi atingida na cabeça.

 

Revelações

Uma barba um pouco maior,um pouco mais de cabelo,mas Lara finalmente percebeu que Joaquim Costa era Marten Gunderson.

  

Lara foi logo ao encontro de Duma para saber oq estava acontecendo.Ela bate á porta.1,2,3 vezes...

“La Sierra abre a porta.Aqui é Lara.Lara Croft”

Ele abre a porta.

“Shhh!Entra logo.”

Ela assim faz.

“Vc descobriu não foi?Eu sabia.Ele não me parecia boa gnt.Ele qr as estatuas.”

“As estatuas?No plural?”

“Os 4 elementos.Vc ainda tem a pulseira,não tem?”

“Tenho”

“Cada estatua usava uma dessa.Com o pingente perspectivo ao seu elemento.A minha família passa essa pulseira d geração em geração desde q Cornélio a encontrou nas estatuas em Machu Pichu.Essa é a única coisa q protege essa vila da destruição.Os elementos nos trazem proteção.Mas eles podem dar mto mais q proteção para aquele q os levar de volta ao templo e aos seus verdadeiros donos.”

“Mto quanto?”

“Poder inimaginável.O quinto elemento.Poder sobre a mente d qlqr ser vivo.”

“Acha que eh isso q Costa,ou melhor,Gunderson qr?”

“Com cer...Qm é Gunderson?”

“Te explico no caminho.”

“Caminho?”

“Aeroporto.Peru.Machu Pichu.Agora”

“Scorpion X.Mag Vega.Viper.Agora.”

“Assim q se fala.”

 

Machu Pichu,Peru

Do alto da cordilheira dos Andes,Lara e La Sierra avistam aquela imensa selva de pedras iluminada pela lua cheia.Enquanto isso,Gunderson já esta dentro do Templo Caiena,iniciando o ritual para obter os poderes do 5º elemento.No momento em q ele coloca a estatua da terra em seu lugar,Lara e Duma entram no templo.

“Gunderson!” Grita Lara.

“Tarde demais Lara Croft.” Diz Gunderson em tom de deboche.

“Vc me pareceu mais competente em Praga.”

Gunderson começa a reviver as memórias d Lara.

“Lembranças machucam não eh Lara.Vc poderia ter salvado Werner.Vc poderia ter salvado Kristina...Mas vc nem ao menos se salvou.”

Duma corre em direção a ele tentando golpea-lo na cabeça com sua arma.Mas foi detido pelo simples olhar de Marten.Lara não agüentava mais.Ela ergueu o seu braço em direção a Gunderson.Por coincidência,o msm braço no ql levava a pulseira.De repente,Gunderson olha assustado para os pingentes brilhando no braço d Lara.Ele a solta e ela cai no chão totalmente em choque.Choque q rapidamente se transforma em uma imensa raiva consumindo-a com velocidade catastrófica.Lara levanta-se e olha fixamente nos olhos d Marten.Ela finalmente o encontrara.Marten Gunderson.O último membro do Cabal.Ele anda em sua direção.

“Mto persistente vc.Sabe q os elementos t protegem.Mas não sabe q eu os controlo.”

Ele anda em direção ao circulo formado pelas estatuas e ergue os seus braços.Imediatamente as estatuas se levantam e ao comando de Gunderson,vão atrás de Lara.Logo ela ouve a voz de La Sierra:

“Os pingentes Lara.Entregue os pingentes.”

Lara joga sua pulseira em direção ao meio do circulo.A pulseira se parte e os pingentes voam em direção as estatuas.Água para água.Terra para terra.Fogo para fogo.Ar para ar.Uma a uma,elas voltam a adormecer e Gunderson cai no chão inconciente.Lara retira um dos fragmentos da orbe,igual aos que usou para matar Eckhard d dentro da sua bolsa e o ergue no ar.

” Em nome das vitimas do Cabal.Em nome de Lux Veritatis.Em nome do seu ultimo membro,Kurtis Trent.”

Lara finalmente deu fim aquele enorme pesadelo.Marten Gunderson esta morto.O Cabal viu o seu repentino fim.

 

De volta pra casa

Lara entra com sua moto pelos campos da mansão Croft,ou como ela prefere chamar,casa.Ela da um grande abraço em Winston e lhe conta tudo desde o castelo ateh a morte de Marten Gunderson.Ela toma um banho,guarda a pulseira jah sem os pingentes na sua sala de tesouros e vai para o seu quarto,e para um longo e merecido descanso.Mas algo ainda a perturba.Ela precisava visitar Kurtis e dizer q tudo havia acabado.O Cabal jah não existia mais.A missão dele jah havia terminado.Ou pelo menos essa era uma boa desculpa para q ela fosse visita-lo e lhe perguntase varias outras coisas.Mas agora ela soh qria descansar.

 

Assuntos Pendentes

Era cinco e meia da tarde.Lara estava na frente do apartamento 157 do numero 84 da New Amsterdam Avenue no subúrbio de Wimbledon.Ela bate a porta.

“Tah aberta.” Diz Kurtis.

“Oi Kurtis.”

Kurtis se vira meio surpreso.

“Lara...oi...aconteceu alguma coisa?” Diz ele enquanto desliga a Tv.

E Lara lhe conta todo o ocorrido em Madri e no Peru.

“Vc matou Gunderson?”

“Matei.Tem certeza que ele era o ultimo membro do Cabal?”

“Ultimo não,mas provavelmente o mais perigoso.”

“Então há outros por aí?”

“Não sei.Talvez haja.”

Lara deixa sobe a mesa um dos fragmentos da orbe,arma q usou para matar Gunderson e anda em direção a porta.

“Qual o nome dos seus pais?”

“Oq?”

“O nome dos seus pais.”

“Pq qr saber?”

“Qual é?A gente se conhece faz dois meses e so sabemos o nome um do outro.”

Lara acha estranho mas responde:

“Andréa Croft e Hensingly Croft.”

“Banda favorita?”

“Qr msm falar sobre isso?”

“Aqui não.”

“Tem um Pub aqui perto...”

“Eu dirijo.”

 
 
Fim

 

Enter content here

Enter supporting content here

Between Light And Shadow - Fã Clube Tomb Raider Nov.2004/2005.